18 junho 2008

Travessia dos Picos de Europa...e as subidas nunca mais serão iguais.



Prólogo:

Com uma semana de férias, rumámos em direcção às Astúrias em busca de novas sensações, outros ritmos e espaços utilizando a bicicleta como uma extensão de nós mesmos.
Há muito tempo que a necessidade de liberdade e os grandes horizontes nos estão colados à pele como uma tatuagem.
A Cordilheira Cantábrica fala por si. O nome, Picos de Europa, diz tudo. O problema aqui não é as montanhas serem altas, é serem muitas...Torna-se vital ajustar a escala da visão, os cenários imponentes impressionam pela sua dimensão e vastidão.


2 comentários:

Daraopedal disse...

Grande aventura!
Os meus parabéns, isso é que é uma aventura!
PS: Quando puderes manda-me o track troia-algarve tal como te pedi. Obrigado
Boas pedaladas
Daraopedal

Pedro Alves disse...

Olá,

Estou a ver que continuas a dar ao pedal por terras e montes fora..

Boas pedaladas para ti e até um dia destes