13 outubro 2006

Sierra Nevada 06 - Ride this Way







Don´t drink and drive

Ride and Fly

A bike sempre foi um desporto. Antes era um momento. Hoje é um ritual que poucos prescindem e ao qual aderem cada vez mais pessoas cuja vontade abraçam com toda a força.

Quatro horas chegam para ascender aos quase 3500 mts de altitude do cume Veleta, mas quatro dias, não são suficientes para percorrer toda a beleza de trilhos que toda aquela região nos oferece.

Partimos de Lisboa com essa premissa em mente. Pedalar ao limite era a nossa força máxima cuja motivação crescia a cada hora de viagem.

À medida que subíamos em altitude, era notória a forte dor de cabeça e a dificuldade em respirar que se sentia em cada pedalada. Nada havia a fazer. Era tudo ou nada. O binómio homem/máquina estava ali para desafiar a força da gravidade e mostrar que não existe limite nem distância que a nossa vontade não consiga alcançar.

O andamento do nosso grupo não era homogéneo, mas quando o principal objectivo é o cumprir de um ritual, tudo o resto pouco importa.

Existe uma panóplia muito grande de trilhos ávidos de serem explorados por todos aqueles que não vivem só os desportos de Inverno.

Quando o manto branco cobre aquelas montanhas, qualquer semelhança com a realidade que hoje avisto, é pura coincidência; os castanhos das encostas e a aridez da paisagem libertam do meu subconsciente as imagens retidas do Atlas marroquino. Ali, faltava a neve.

Por tudo aquilo que se pode ver em Alhambra, Granada além de andar de bicicleta em Capileira e Pradolano conjuntamente com a óptima relação preço/qualidade do parque de campismo, fazem desta zona da Andaluzia, um lugar ideal para uma visita por parte da comunidade Bttista nacional que neste momento está a viver a onda das maratonas em detrimento dos valores que os levaram para este desporto. O convívio.

8 comentários:

NGarcia disse...

Olá granda Ricky
Parabens por mais essa granda aventura!!!!

Ficamos a espera de proximas.

Grande Abraço e belas fotos que ai tens ;)

Nelson

Siddartha Abrantes disse...

é sempre a bombar. Tenho "inveja" de não te poder acompanhar nestas tuas pedaladas, viajo aqui no teu magnifico blogue :))
Muitos parabéns por mais este passeio e pelas belas fotos.
Grande abraço

Super Girl disse...

Simplesmente "fantabulástico"...
Bjinho

Eva Luna disse...

Sempre a pedalar!!!

MYRAGE disse...

Obrigado por partilhares esta aventura.

Abraço
David

David Rodrigues disse...

"inveja" no bom sentido, pena não te poder acompanhar, "mas cada um ca sua" falta-me o tempo, espero que continues assim belos passeios, 1 abraço

Anónimo disse...

Hello people, como poderei obter o tack para o GPS da subida á Serra Nevada?, será que me poderão arranjar?, um abraço do Preidente do Club BTT Terra de Loulé, João Pedro

Ricky disse...

Olá João,
n tenho o teu mail,entra em contacto cmg para riscamendes@gamil.com, tenho alguns tracks para a subida q talvez te possam ajudar